Olá pessoal!

Olá pessoal, criei este blog, quase brincando, mas conversando com amigos sobre a nossa capacidade (seres humanos) de deixar a vida passar batido...A idéia é buscar uma conscientização social sobre diversas questões da vida, onde vale a pena parar e juntos escolher como cada um pode "pensar fora da caixa" e fazer a diferença!
Bem vindos!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Onde começa o problema?

Gente, vendo e ouvindo sobre a questão do dinheiro nas meias, daqui da Capital da República, porque não me surpreendo mais com isso? Fiquei pensando se tinham ressuscitado a mesma estória de alguns poucos anos atrás, e depois caiu a ficha, era a mesma estória contada agora por outros personagens. E pensando bem, qual é a novidade nisso tudo? A nossa eterna capacidade de nos acomodar, de não colocar o bloco na rua, e parar de escolher pessoas sem preparo para assumir compromissos pelas nossas vidas. Onde começa o problema? Taí uma boa questão pra gente começar a conversar aqui.

6 comentários:

  1. Um outro problema é que a tal da sociedade civil organizada,a que se manifestava, foi toda cooptada da forma mais vil: através do vil dinheiro. Estou me referindo mais especificamente à UNE e aos sindicatos e centrais sindicais. Nós, os críticos, somos vozes isoladas, conversamos nos elevadores, nas postarias dos edifícios, nos pontos de ônibus, nos bares. Precisamos encontrar um meio de nos reunir, e isso antes das próximas eleições. A iniciativa da Aline é um caminho.

    ResponderExcluir
  2. Aline,

    Em dias de total descrédito na política e nos políticos, armo-me de coragem e declaro incondicionalmente meu orgulho, meu prazer, minha vocação de exercer a política.
    Longe de ser um meio de enriquecimento, de trampolim social, de conquista de poder, a política é, antes de tudo, coisa muito séria. O político digno deste nome, o estadista real, almeja muito mais do que estas benesses temporárias. A obra de um político convicto e sério surge do sonho de multiplicar o bem possível, de harmonizar direitos e deveres de cidadania.
    A ciência da política tem história, tem cânones, tem exemplos. É esta política que vem desde Platão que eu tenho orgulho de praticar. A política que tenta criar leis que, no sentido mais amplo, são as relações necessárias que derivam da natureza das coisas e dos homens.
    Com estas poucas palavras, inicio o meu Blog “Orgulho de Ser Político” no intuito de demonstrar que a política não é somente revestida de escândalos, vergonha, corrupção, embora a palavra política esteja atualmente deveras poluída, impregnada de um conceito negativo derivado de abundantes maus exemplos.
    Mas, sim, sou um otimista. Acredito no Bem. Acredito na possibilidade de espelhar bons exemplos e contaminar cada vez mais políticos com um pacto pela ação, competência e integridade.
    É assim então que tenho a ousadia e a coragem de explicitar: Tenho orgulho de ser político.
    Conheça minhas idéias http://floriano45.blogspot.com e meu trabalho político www.florianopesar.com.br

    Parabéns pelo seu Blog. Sucesso!
    Vereador Floriano Pesaro
    PSDB - São Paulo

    ResponderExcluir
  3. Maria Amélia Abdalla3 de dezembro de 2009 17:48

    O dinheiro na meia nao foi nada perto da explicação encontrada para justifica-lo....era melhor o proprietário ter falado, em rede nacional, que foi um agrado do bom velhinho...Papai Noel...no mes do Natal...
    Acho que eu até cairia nesta segunda Hipotese...mas a primeira...qua qua qua....

    ResponderExcluir
  4. Onde começa o problema?HISTÓRICAMENTE FALANDO acredito que tudo começou quando fomos "obrigados" a aceitar um acordo para que fossemos declarados independentes no século XIX.Quando praticamos as reformas maramente conciliatórias.Quando fomos usados como quintal das nações do primeiro mundo e continuamos nessa condição.Quando o povo foi mantido subjugado na sua "santa ignorância" desde o vergonhoso cenário da escravidão no Brasil.
    É isso...as eleições estão aí mais uma vez!

    ResponderExcluir
  5. Olá. Chamo-me Bruno Soriano e sou aluno de Aline na Pós de Jornalismo Político da Gama Filho. Os comentários aqui postados foram bastante pertinentes. Parece-me cada vez mais difícil depositar confiança em algum movimento social, àvido pelos holofotes da mídia, que, por sua vez, muitas vezes não avalia se aquele grupo age ou não com a devida isenção.

    ResponderExcluir
  6. Pois se so vemos e ouvimos os escandalos politicos, com dinheiro na meia, bolsa, cueca, sacola (e onde mais..?) corrompendo politicos e assemelhados, eu pergunto:

    Onde estao os politicos serios e honestos?

    Eles existem mesmo?

    Quem de nós se atreveria ou arriscaria por a 'mao no fogo' por alguem?

    Se realmente existe politico honesto, pois entao vamos divulgar e falar de quem faz jus ao cargo, de quem merece nosso tempo e atencao.

    E esqueçamos um pouco das meias com dinheiro, que no passado so se via como presente de Papai noel...

    ResponderExcluir